Pilates

O Método de Pilates baseia-se no trabalho de força e flexibilidade praticado com controlo no movimento.

O Método de Pilates baseia-se no trabalho de força e flexibilidade praticado com controlo no movimento.

Devemos ter em conta vários princípios de Método, como o Centro (abdominal, lombar e gluteo) a Concentração (a nossa consciência corporal) e Controlo (todo o movimento é feito de modo controlado).

Este é um Método que ao ser praticado de forma regular proporciona um corpo muscularmente equilibrado e maximiza o potencial corporal de cada individual, ajudando-o a recuperar lesões recentes ou antigas.

Permite-nos ainda vários aspectos como:

  • Aumentar a nossa força e flexibilidade sem aumentar em demasio a massa muscular;
  • Equilibrar o nosso corpo, fortalecendo os músculos que possam estar debilitados e alongando os que possam ter perdido elasticidade;
  • Corrigir posturas que devido a maus hábitos possam provocar lesões, recuperar agilidade e controlo postural;
  • Melhorar a consciência e capacidade respiratória e a concentração durante os exercícios;
  • Por fim e não menos importante, melhorar a estética geral do nosso corpo.

Os nossos serviços permitem que o Pilates funcione em horários diferentes e mais alargados  que vão com toda a certeza de encontro a sua disponibilidade.

“Pilates é a completa coordenação do corpo, mente e espirito” by Joseph Pilates

 

Pilates na Gravidez e Pós-Parto

 O nascimento de um filho é relatado como o acontecimento mais importante de uma vida. Um novo ser nasce, a família aumenta e um amor desmedido a cada dia torna-se maior. Porem, durante a gravidez ocorrem várias alterações metabólicas e hormonais na mulher, com o objetivo de promover as condições favoráveis para o desenvolvimento e maturação do feto, preparação do sistema reprodutor e glândulas mamárias da mãe para a futura nutrição do bebé e preparação do corpo para o parto.

Todas as alterações que vão ocorrendo ao longo dos 3 trimestres da gravidez fazem com que a mulher passe por muitas mudanças físicas, psicológicas e sociais. Ao contrário do que se pensava há uns anos, a atividade física adaptada à gravidez é uma prática segura e saudável, com benefícios comprovados para a mãe e para o bebé.

Com a prática de Pilates é possível uma melhor adaptação e amenização de todas as alterações que vão surgindo, os desconfortos da gravidez diminuem e a mulher pode aproveitar a alegria de se tornar mãe.

Caso não haja contraindicação clínica, as mulheres que já praticavam Pilates antes de engravidar podem e devem continuar desde o primeiro trimestre. Se as grávidas não praticavam previamente Pilates, apenas podem iniciar a sua prática a partir do segundo trimestre, desde que com autorização médica.

 

O PILATES PRÉ-PARTO tem como principais objetivos:

  • Aumentar a consciência corporal da mãe sobre todas as alterações hormonais e metabólicas que vão ocorrendo no seu corpo ao longo dos 3 trimestres da gravidez;
  • Acompanhar todas estas alterações e os efeitos que deixam no corpo da grávida;
  • Favorecer uma melhor adaptação postural ao aumento do peso, acompanhando as alterações de equilíbrio, do padrão de marcha e do alinhamento corporal;
  • Manter ativos os músculos profundos lombo-pélvicos fundamentais para o suporte da coluna e pavimento pélvico;
  • Estimular a circulação sanguínea através da contração muscular;
  • Ensinar a controlar a respiração e contrair / relaxar músculos específicos para preparar o parto;
  • Manter força e flexibilidade de todo o corpo necessárias para as tarefas do dia-a-dia, para as exigências dos futuros cuidados com o bebé e para uma mais rápida recuperação da forma física após o parto.

Após o parto todas as atenções passam a ser direcionadas para o bebé. Mas a partir daqui a mãe não pode descuidar de si mesma.

Se o parto foi normal, o regresso ao Pilates pode ser feito assim que o médico verificar uma cicatrização total interna, que corresponde normalmente a 15 dias após o parto. Se o parto tiver sido por cesariana, deverá esperar 2 meses para regressar ao Pilates.

O PILATES PÓS-PARTO tem como principais objetivos:

  • Favorecer a recuperação da separação dos músculos dos retos abdominais – Diástase Abdominal;
  • Manter ativos ou, quando necessário, reeducar os músculos profundos do abdominal e pavimento pélvico;
  • Aumentar a consciência corporal e preparar o corpo para as exigências físicas da maternidade;
  • Aumentar a autoconfiança e diminuir a ansiedade e depressão pós-parto;
  • Recuperar a forma física.

O Pilates funcionará então como uma ferramenta para reduzir os desconfortos da gravidez e pós-parto e permitir à mãe vivenciar de forma plena os momentos mais felizes da sua vida.

Perguntas Frequentes

O pilates é aconselhado desde o primeiro trimestre?
Caso não haja contraindicação clínica, as mulheres que já praticavam Pilates antes de engravidar podem e devem continuar desde o primeiro trimestre. Se as grávidas não praticavam previamente Pilates, apenas podem iniciar a sua prática a partir do segundo trimestre, desde que com autorização médica.

 

 


Agendar Consulta

Esteja à vontade para nos fazer qualquer pergunta relacionada com os nossos serviços, através do telefone, ou se preferir através do seguinte formulário